Sickle
Posted 5 August 2014, 3 weeks ago | 1,219 notes | reblog this post
(originally horrorground / via portal-da-morte)
Posted 23 July 2014, 1 month ago | 377 notes | reblog this post
(originally sweet-honey-icing / via brain-d-a-m-a-g-e)
Posted 23 July 2014, 1 month ago | 1,092 notes | reblog this post
(originally satanic-girl / via satanic-girl)
Posted 22 February 2014, 6 months ago | 488 notes | reblog this post
(originally fuhreriscariot / via macabreplace)
Posted 22 February 2014, 6 months ago | 10,498 notes | reblog this post
(originally karmanistic / via macabreplace)
Posted 22 February 2014, 6 months ago | 922 notes | reblog this post
(originally doctor-hannibalism / via macabreplace)

Mary Bell - A assassina mais nova de todos os tempos #39

mundo-doterror:

2rUd8

Em maio de 1957, nascia na Inglaterra, Mary Flora Bell, uma menina que viria a se tornar a criança mais monstruosa do mundo.

May, como era chamada por sua mãe, sofreu diversos abusos na sua infância, alguns relatos dizem que ela teve que se prostituir desde os 4 anos de idade, sobre influência de Betty, que era sua mãe e uma conhecida “dama da noite”. Além disso, pessoas próximas da família dizem que a garota sofreu duas tentativas de assassinato por parte de sua mãe que não queria cria-la, mas a menina article-0-02fd70bc000005dc-239_468x6301sobreviveu. Já não bastasse esses problemas, o pai de Mary era outro mal exemplo, tanto que acabou sendo preso por assalto a mão armado uma vez.

Como era de se esperar, Mary não foi uma criança das mais exemplares, tendo diversos problemas, mas no dia 25 de maio de 68 ela deixou de ser apenas uma problemática menina para se tornar uma assassina.

Martin Brown, um menino de 3 anos, foi empurrado por Mary do segundo andar de um prédio e depois ainda foi estrangulado até a morte pela garota. A polícia não conseguiu provas para incriminar ninguém e acabou fechando o caso.

Pouco tempo depois, Mary e sua amiga Norma, foram chamadas por outra menina do bairro para procurar seu irmão que havia sumido, sem pensar muito as duas se prontificaram em ajudar. Depois de várias buscas por todos os lugares, as três meninas enfim encontraram o garoto, chamado Brian Howe, morto. Após os exames, a polícia descobriu que o menino fora morto por estrangulamento e também havia recebido diversos ferimentos, nas coxas, genitálias e barriga, onde um “M” foi escrito com uma lâmina de barbear.

Obviamente o assassinato começou a ser investigado e pouco tempo depois, a polícia descobriu que Mary Bell estava envolvida nos dois crimes. Ela acabou confessando a morte dos garotos, inclusive contou com detalhes de algumas de suas ações, dizendo que havia estrangulado Martin com suas próprias mãos e que ele

u10O9

havia tentado se defender, mas ela era mais forte. “Eu achei isso divertido”, declarou a garota.

Outra declaração feita por Mary, foi a gota d’água que fez o júri decidir sua culpa: “Eu gosto de ferir os seres vivos, animais e pessoas que são mais fracos do que eu, que não podem se defender.” Após isso, ela foi condenada a prisão por tempo indeterminado. E assim ficou presa, até 1979, quando tentou escapar sem sucesso. Somente em 1980 ela foi liberada, mas recebeu uma nova identidade e até mesmo acabou tendo um filho, que segundo ela mudou seu modo de ver o mundo e fez com que se arrependesse de seus crimes passados.

Em 2003 ela ganhou destaques nos jornais de novo quando ganhou uma ação, que lhe dava o direito a ela e ao seu filho de anonimato total para sempre. Dessa maneira, Mary se mudou para uma pequena cidade, onde não foi bem recebida, mas que deve viver lá até hoje. Ainda em 2007 ela resolveu dar algumas entrevistas que geraram o livro “Gritos no Vazio” que conta parte de sua história.

Posted 7 January 2014, 7 months ago | 2 notes | reblog this post
(originally mundo-doterror / via mundo-doterror)
Posted 7 January 2014, 7 months ago | 666 notes | reblog this post
(originally ourl4nd / via macabreplace)
Posted 7 January 2014, 7 months ago | 480 notes | reblog this post
(originally strongdeform / via skopolamina)

Você tem coragem ?: Sala de exorcismo

Minha mãe e meu pai são muito religiosos, são ministros e minha mãe trabalha na secretaria da igreja. Hoje eles , eu e a minha irmã , fomos levar um futuro Padre até o seminário. Seminário é um lugar onde ficam padres, bispos e também os que estudam para virar padres. Quando chegamos lá o Marcelo ( que ia virar padre) nos convidou para entrar . Aquele lugar era uma mansão antiga e muito sinistra que ficava no meio do mato. O Marcelo foi mostrando todos os cômodos daquele lugar para a gente, quando passamos por um corredor ele acendeu todas as luzes e disse: Só pra prevenir , as pessoas dizem que vêem espíritos de padres e mulheres aqui nesse corredor.Na hora me deu um frio na barriga. Depois passamos por outro corredor e eu parei no banheiro e meus pai foram seguindo pra cozinha com o padre. Quando eu sai dei de cara com uma escada de concreto, era a única parte daquela mansão que não era reformada nem pintada. Subi pelas escadas e elas me levaram até uma sala, cuja porta estava meio que arrombada, caída no chão com correntes e cadeados em cima. Quando eu entrei na sala, tudo que tinha lá era antigo , não reparei muito na sala, logo no principio , fiquei mais preocupada com a quantidade de inseto no chão : várias moscas, formigas gigantes e besouros. Só depois eu percebi que a sala onde eu estava tinha TUDO , T-U-D-O  para exorcismo. Livros com rituais em latim , água benta , cruzes , uma cruz quebrada ao meio, e até uma cama com panos na grade , que seria para prender a pessoa possuída. O clima daquele lugar era a coisa mais horrível do mundo , a todo tempo eu via sombras , até o cheiro era ruim e aquilo foi me incomodando tanto que eu sai correndo daquele lugar. Quando encontrei minha mãe na cozinha ela viu que eu estava branca e tremendo , e o o padre me olhava toda hora, parece que ele sabia que eu tinha ido lá. E na hora de ir embora , ele chegou em mim e disse: Deus a abençoe. E fez um sinal da cruz gigante, e só em mim, não fez na minha mãe, nem no meu pai. 

image

Posted 7 January 2014, 7 months ago | 42 notes | reblog this post
(originally fear-ofdark / via terrordamadrugada)